Close

Ainda não é membro? Registre-se agora para iniciar.

lock and key

Entre na sua conta.

Entrar na Conta

Esqueceu a sua senha?

Quem somos?

O Curso de Pós-Graduação em Farmacologia, vinculado ao Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB/USP), foi criado em dezembro de 1977 pela Portaria GR-1507, em nível de Mestrado, e credenciado em 1981 pelo Conselho Federal de Educação. Em 09 de junho desse mesmo ano, instituiu-se o curso, em nível de Doutorado, através das Portarias GR-885 e GR-1538.

Desde a sua criação, o Programa tem tido como principal meta unir a pesquisa na fronteira do conhecimento em Farmacologia e as áreas afins, bem como a formação de pesquisadores altamente qualificados e capacitados para o desenvolvimento de pesquisas independentes e inovadoras nas diversas áreas das Ciências da Saúde.
A Pós-Graduação em Farmacologia conta com o apoio institucional da CAPES, CNPq, FAPESP e Pró-Reitoria de Pesquisa da USP (através dos Núcleos de Apoio à Pesquisa – NAPs) no fomento de bolsas de Mestrado, Doutorado, Pós-Doutorado e produtividade em pesquisa, além do financiamento de projetos, iniciação científica e pré-iniciação científica. Os NAPs têm sido um ponto muito forte de incentivo à internacionalização e inovação tecnológica.

Objetivos

Os objetivos do Curso de Pós-Graduação em Farmacologia relacionam-se ao desenvolvimento de atividades de ensino e pesquisa e formação de recursos humanos, visando:

  • O fortalecimento da investigação teórica e da pesquisa experimental, translacional e clínica nas áreas de concentração do Programa, alcançando uma produção científica de fronteira;
  • A formação de cientistas qualificados para difundir este conhecimento em outros centros de pesquisa e ensino nacionais e internacionais;
  • Exercer papel na formação dos pesquisadores da área de Farmacologia, promovendo a participação crítica dos alunos em investigações das áreas de pesquisa e educação, de modo a desenvolver atitude científica e de reflexão metodológica;
  • Funcionar como um centro de integração multidisciplinar, fortalecendo os conhecimentos na área das Ciências da Saúde;
  • Manter colaborações com pesquisadores de Instituições de Ensino Superior (IES) nacionais e internacionais, fortalecendo o intercâmbio de alunos e docentes.

Áreas de Concentração

O Programa de Pós-Graduação em Farmacologia está estruturado em sete áreas de concentração:

  • Neurociência e Comportamento: onde são investigados problemas conceituais e metodológicos na análise experimental da bioquímica, sinalização intracelular e manifestação do comportamento, relacionados à neuro-endócrino-farmacologia e imunomodulação; neuro-inflamação, envelhecimento e doenças neurodegenerativas; neurobiologia da dependência às drogas de abuso; neurociência comportamental e molecular, com ênfase em comportamentos emocionais. Esses projetos de pesquisa são desenvolvidos com animais e/ou humanos;
  • Sistemas Cardiovascular, Cardiorrespiratório e Endócrino: onde são investigados os processos envolvidos no controle neural do sistema cardiorrespiratório e na fisiopatologia e farmacologia vascular nas doenças metabólicas e cardiovasculares;
  • Inflamação: onde são investigadas as atividades inflamatórias/hiperalgésicas e cardiopulmonares induzidas por mediadores vasoativos (inflamação neurogênica), poluentes e toxinas; o uso do laser na terapêutica analgésica e anti-inflamatória e a fisiopatologia da inflamação pulmonar e sistêmica, além do papel dos hormônios sexuais femininos nesses últimos processos;
  • Biologia da Célula Tumoral e Desenvolvimento de Animais Transgênicos: onde se realiza pesquisas na área de genética animal e transgenia, visando o desenvolvimento de animais para servir de modelos de doenças e animais-biorreatores para a produção de proteínas recombinantes e anticorpos monoclonais;
  • Farmacogenômica: onde se busca a identificação de biomarcadores moleculares e novos alvos terapêuticos de doenças metabólicas;
  • Nanofarmacologia: desenvolvimento e avaliação de sistemas de liberação nanoestruturados e/ou nanoparticulados para modificar o perfil de distribuição e promover a co-localização de múltiplos fármacos em sítios específicos, associando o aumento da eficácia com a redução de efeitos adversos;
  • Farmacologia Clínica: onde são realizados estudos de escalas de avaliação usadas em psiquiatria e psicofarmacologia; estudos de biodisponibilidade, farmacocinética e de fase I, além do uso racional de medicamentos. 

Trajettoria Tecnologia da Informação